Mitigar o problema da
distribuição de renda

Tirar
200 mil
pessoas
da linha da pobreza

em nossas áreas de influência,
até 2030

Contexto

Nosso objetivo é contribuir para o desenvolvimento de frentes estruturais, como a geração de renda e a melhoria da qualidade da educação nos territórios onde atuamos, mirando sua autossustentação.

 

Escopo: a área de influência é um raio de até 3 km das operações florestais e industriais. O limiar de pobreza é descrito como o nível mínimo de renda considerado adequado. No Brasil, isso requer exceder 420 reais por mês em renda familiar per capita. No Brasil, todas as famílias que não atingem essa renda estão abaixo da linha da pobreza. A referência global que usamos são medidas adotadas pelo Banco Mundial e ratificadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (US $ 5,5 por dia).

Horizonte: 200 mil pessoas (de 2016 a 2030)

    • Resultado em 2019: 32 mil pessoas (desde 2016)

 

1. A linha de base da meta leva em consideração o tempo de vida de nossos projetos de geração de renda junto às comunidades (aprox. 5 anos), sendo 2016 o ano em que maior parte dos nossos projetos completou esse tempo de duração, possibilitando uma avaliação mais eficaz de seus resultados em termos de erradicação de pobreza.