Direitos Humanos

  • Casos de discriminação e medidas corretivas tomadas

    Temas Materiais Relacionados:

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Casos de discriminação 2019
      1 Número de casos recebidos 1
      2 Número de casos para os quais um plano de reparação está sendo implementado 0
      3 Número de casos para os quais o plano de reparação foi implementado e seus resultados analisados por meio de processos rotineiros de análise de gestão interna 0
      4 Número de casos resolvidos 1

    Informações complementares:

    Recebemos uma denúncia de suposta discriminação na companhia em 2019. Porém, no processo de investigação, a denúncia foi considerada improcedente, não se confirmando o caso de discriminação.

  • Empregados treinados em políticas e práticas de Direitos Humanos

    Temas Materiais Relacionados:

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Empregados treinados em Direitos Humanos 2019
      1 Número total de horas de treinamento em Direitos Humanos 377.520
      2 Número total de empregados treinados em Direitos Humanos1 12.584
      3 Porcentagem de empregados treinados em Direitos Humanos 92%

    1. Os números não incluem colaboradores afastados no período de referência e aprendizes.

  • Gestão sobre não discriminação

    Temas Materiais Relacionados:

    Contexto:

    A Suzano é contra qualquer tipo de discriminação dentro e fora do ambiente de trabalho e, para reforçar esse posicionamento, nosso Código de Conduta possui um pilar ético específico para essa temática: o pilar da igualdade. Buscamos tratar com respeito, dignidade e atenção todos aqueles com quem nos relacionamos, seja dentro ou fora da empresa, além de valorizamos a diversidade de pessoas e ideias, repudiando a discriminação motivada por qualquer razão, seja por raça, cor, convicção política, gênero, religião, sexo, orientação sexual, idade, local de nascimento, deficiência, entre outros aspectos.

    Diante desse cenário, demos início ao Programa Plural, movimento que surgiu de forma orgânica e voluntária na Suzano em 2016 e foi institucionalizado em 2019, visando fomentar uma cultura de valorização da diversidade e estímulo à inclusão na empresa. Sendo assim, alinhado às estratégias de Sustentabilidade e Diversidade & Inclusão da Suzano, o grupo é corresponsável pela promoção da não discriminação no ambiente de trabalho, entre outras ações que abrangem a temática da diversidade.

    Adicionalmente, para garantir a gestão adequada do tema, em dezembro de 2019, lançamos nossa Política de Diversidade e Inclusão, com o objetivo de determinar as diretrizes que irão reger as iniciativas relacionadas à temática em todas as nossas operações. A partir disso, esperamos garantir que casos de discriminação na companhia não ocorram e fomentar uma cultura de respeito à individualidade em toda nossa cadeia de valor.

  • Gestão sobre o Código de Conduta e direitos humanos

    Temas Materiais Relacionados:

    Contexto:

    A Suzano tem como princípio básico o estabelecimento de relações de qualidade com todos os seus stakeholders, conforme disposto sobre esse tema no Código de Conduta da companhia. Nesse sentido, uma vez que a responsabilidade em gerir nossos negócios envolve muitas pessoas, buscamos garantir que todas as nossas relações sejam devidamente pautadas pelos mais altos valores éticos e de integridade.

    O Código de Conduta tem como objetivo comprometer nossos conselheiros, diretores, administradores, gestores, acionistas, colaboradores, empregados terceirizados, fornecedores, clientes, pessoas ou entidades com que nos relacionamos, partes interessadas da Suzano e suas controladas e coligadas com os princípios éticos que norteiam a nossa conduta empresarial e disseminá-los para a nossa rede de relacionamento. Isso envolve o respeito imutável aos direitos humanos, como condição fundamental a ser cumprida por todas as partes envolvidas em nosso negócio.

    A seguir, alguns temas abordados pelo nosso Código de Conduta:

     

    • atendimento às leis, às normas internas e aos procedimentos;
    • confidencialidade de informações não divulgadas ao mercado;
    • compromisso com as melhores práticas de governança corporativa para atendimento da regulamentação, que abrange as empresas de capital aberto;
    • práticas de anticorrupção;
    • recebimento de brindes e presentes;
    • conflitos de interesse;
    • assédios de qualquer natureza, comportamentos inadequados, discriminação, trabalho infantil e/ou trabalho escravo;
    • valorização profissional;
    • desenvolvimento sustentável;
    • transparência.

     

    Conforme disposto no documento, somos comprometidos com a equidade, a prestação de contas, a responsabilidade corporativa e a garantia dos direitos humanos em nossos negócios e operações. Para reforçar esse compromisso, realizamos ações de conscientização sobre essas questões através de comunicados, treinamentos e reuniões de equipes. Como exemplo dessas atividades, em 2019 elaboramos um treinamento obrigatório sobre a Política Anticorrupção, em formato de vídeo, e asseguramos a divulgação do nosso Código de Conduta a todos os funcionários.

  • Operações e fornecedores identificados como de risco significativo para a ocorrência de trabalho infantil e trabalho forçado e/ou análogo ao escravo

    Contexto:

    A Suzano conta com um termo de responsabilidade socioambiental que aborda a temática de exploração do trabalho infantil e forçado ou análogo ao escravo, tendo como objetivo orientar todos os colaboradores e parceiros quanto ao cumprimento das diretrizes existentes em nosso Código de Conduta, que repudia situações dessa natureza. Nesse sentido, 100% dos fornecedores contratados pela Suzano devem concordar com o Termo de Compromisso e Padrões de Responsabilidade Legal e Socioambiental adotado pela companhia e, consequentemente, com o que está disposto no documento sobre o tema.

    Adicionalmente, nosso manejo florestal e suas operações seguem padrões estabelecidos pelas certificações FSC® (Forest Stewarship Council®)¹ e PEFC/CERFLOR (Programa Brasileiro de Certificação Florestal), que avaliam as condições sociais de trabalhadores em nossas operações, bem como o atendimento à legislação relacionada ao tema. No que se refere à compra de madeira, os fornecedores são avaliados e monitorados de forma a possibilitar a identificação de riscos significativos quanto à ocorrência de trabalho análogo ao escravo ou infantil, sendo que, uma vez identificado, esse tipo de situação inviabiliza a negociação.

    Complementarmente, é feita aplicação de sistema de due diligence para a realização de avaliações de riscos envolvendo fornecedores de madeira, de modo que a companhia se enquadre nos requisitos estabelecidos pelas certificações quanto ao tema. Assim, para essas avaliações, contamos com uma metodologia interna que inclui, entre outros fatores, realização de entrevistas e fornecimento de evidências documentais quanto à legalidade da contratação e das condições de trabalho dos profissionais envolvidos nas atividades.

    Em 2019, não identificamos nas operações da Suzano e de nossos fornecedores situações em que houvesse risco significativo de ocorrência de trabalho infantil, forçado e/ou análogo ao escravo.

     

    1. Certificados de manejo florestal FSC-C110130, FSC-C118283, FSC-C100704, FSC-C009927 e FSC-C155943; e de cadeia de custódia FSC-C010014.
  • Operações e fornecedores identificados em que o direito de exercer a liberdade de associação e a negociação coletiva possa estar sendo violado ou haja risco

    Contexto:

    O Código de Conduta da Suzano, no pilar ético Transparência, aborda como nossos relacionamentos são conduzidos de forma clara, objetiva e legítima. Estamos seguros quanto à conduta da companhia em promover o diálogo aberto, leal e construtivo com as entidades representativas da classe patronal e dos trabalhadores, com base nos princípios da liberdade de associação e do respeito à pluralidade de ideias.

    Além disso, 100% dos fornecedores contratados pela área de Suprimentos concordam com o Termo de Compromisso e Padrões de Responsabilidade Legal e Socioambiental adotado pela Suzano, que repudia situações dessa natureza.

    Em 2019, não identificamos nas operações da empresa e de nossos fornecedores nenhuma situação em que o direito de exercer a liberdade de associação e negociação coletiva pudesse ter sido violado ou estivesse em risco.

  • Pessoal de segurança treinado em políticas ou procedimentos relativos a direitos humanos

    Temas Materiais Relacionados:

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Indicador 2019
      1 Porcentagem do pessoal de segurança que recebeu treinamento formal nas políticas de direitos humanos da organização ou em procedimentos específicos e sua aplicação à segurança¹ 60

    1. São contemplados empregados de organizações terceirizadas na resposta.

  • Queixas/demandas recebidas e endereçadas pelo Canal de Ouvidoria

    Temas Materiais Relacionados:

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Queixas/demandas recebidas e endereçadas pelo Canal de Ouvidoria 2019
      1 Número total de queixas/demandas identificadas 669
      2 Número de queixas/demandas que foram endereçadas 669
      3 Número de queixas/demandas resolvidas 629
      4 Número de queixas/demandas pendentes 40
      5 Número de queixas/demandas registradas antes do período resolvidas no ano 63

    Informações complementares:

    As principais denúncias referem-se a comportamento inadequado de gestor, fraude, comportamento inadequado de colega, condições físicas do local de trabalho, remuneração, jornada de trabalho, benefícios, questões trabalhistas, desvio de função, processo seletivo/admissão/desligamento, tratamento inadequado a prestador de serviço, falta de pagamento, carreira/promoção, saúde e segurança e segurança da informação.

    Das 669 denúncias recebidas pelo Canal de Ouvidoria, após as devidas análises e apurações pelos profissionais elegíveis, foram aplicadas 211 medidas disciplinares, sendo elas: melhoria de processo/criação de controle, feedback, orientação e acompanhamento, dispensa com justa causa, dispensa sem justa causa, advertência escrita e verbal, substituição de funcionário terceirizado e encerramento de contrato de prestador de serviço. Todas as denúncias são respondidas pelo canal externo de ouvidoria, e o denunciante obterá sua resposta através do seu número de protocolo emitido quando da criação da denúncia.

  • Queixas/demandas recebidas e endereçadas pelo Canal de Ouvidoria, por tipo

    Temas Materiais Relacionados:

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Queixas/demandas recebidas e endereçadas pelo Canal de Ouvidoria, por tipo 2019
      1 Comportamento inadequado de gestor 176
      2 Fraude 95
      3 Comportamento inadequado de colega 70
      4 Questões trabalhistas 66
      5 Falta de pagamento 55
      6 Tratamento e atendimento inadequado ao prestador de serviço 54
      7 Condições físicas do local de trabalho 25
      8 Remuneração 25
      9 Processo seletivo/admissão/desligamento 23
      10 Outros 21