Metas de longo prazo

Diante da complexidade dos desafios e das oportunidades existentes, a Suzano construiu sua Estratégia de Sustentabilidade de forma colaborativa, considerando a multiplicidade de visões de seus públicos de relacionamento. Assumimos o compromisso de ampliar nosso papel na cadeia de valor e na sociedade por meio de metas de longo prazo, norteando nosso caminho ao longo dos próximos dez anos, período que a Organização das Nações Unidas (ONU) chama de Década da Ação.

Diversidade e Inclusão

Garantir 100% de acessibilidade e alcançar ambiente 100% inclusivo às pessoas com deficiência

Contexto

Para nós, trabalhar a diversidade¹ e inclusão é, além de um dever, uma estratégia de negócio. Em um ambiente diverso e inclusivo, colaboradores sentem-se mais envolvidos, a criatividade e as contribuições proliferam e, ao mesmo tempo, as taxas de atratividade e retenção de novos talentos aumentam.

A acessibilidade é o direito que garante à pessoa com deficiência a possibilidade de viver de forma independente e exercer sua cidadania, seja no espaço urbano, escolar, profissional ou de lazer. Ambiente inclusivo é aquele em que todas pessoas possam se sentir acolhidas, respeitadas e seguras para serem quem realmente são, independente de características individuais.

 


Escopo:

Garantir a acessibilidade e um ambiente inclusivo para pessoas com deficiência.

Baseline:

38,4% de acessibilidade (2020) e 91,8% de ambiente inclusivo (2020).

Horizonte:

Garantir 100% de acessibilidade e alcançar ambiente 100% inclusivo às pessoas com deficiência até 2025.


Resultados em 2020:

Definimos os baselines de acessibilidade2 e ambiente inclusivo, usando como base, respectivamente, o conceito de adequações razoáveis e a norma brasileira NBR9050; e a percepção de inclusão de colaboradores, medida por meio de uma nova metodologia de pesquisa desenvolvida para ampliar a escuta a todos os grupos de afinidade. Com isso, estabelecemos um novo baseline para a meta de 91,8% de percepção de ambiente inclusivo, de acordo com o resultado da pesquisa.

 

Acompanhamento dos KPI’s:

2020
Percentual de acessibilidade (%) 38,4%
Percentual de ambiente inclusivo (%) 91,8%

O que faremos em 2021:

Temos como objetivo alcançar 50,72% de acessibilidade e 93,80% de ambiente inclusivo. Para isso, intensificaremos nossas ações para melhoria da acessibilidade, levando em consideração estudos e análises de necessidade de adaptações aos ambientes disponíveis, usando como ponto de partida normas técnicas3. Trabalharemos também na atração e contratação de pessoas com deficiência para todas nossas localidades e níveis hierárquicos, assim como no desenvolvimento de uma governança para acompanhar a movimentação de PCDs na companhia.

 

¹ Na Suzano as informações sobre diversidade e inclusão são levantadas de maneira integrada e digital, permitindo acompanhamento em tempo real de resultados.
² Considerando escritórios e unidades industriais em todo território brasileiro.
³ Utilizamos a NBR 9050, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), norma reguladora que define os aspectos de acessibilidade que devem ser observados nas construções por meio de parâmetros de acessibilidade, com definição de critérios técnicos específicos para áreas de circulação, embarque e desembarque, largura de portas, altura de acessórios, mobiliários, sinalização, tipos de piso, entre outros.

Alcançar 30% de mulheres em cargos de liderança (gerentes funcionais e acima)

Contexto

Para nós, trabalhar a diversidade e inclusão¹ é, além de um dever, uma estratégia de negócio. Em um ambiente diverso e inclusivo, os colaboradores se sentem mais envolvidos, a criatividade e as contribuições proliferam e, ao mesmo tempo, as taxas de atratividade e retenção de novos talentos aumentam.

 


Escopo:

Mulheres em posições de liderança, incluindo gerentes funcionais, gerentes executivas, diretoras e diretoras executivas.

Baseline:

16% de mulheres em posições de liderança (2019).

Horizonte:

Alcançar 30% de mulheres em cargos de liderança até 2025.


Resultados em 2020:

Alcançamos os objetivos estabelecidos para 2020 de aumentar em 10% o número de mulheres na organização e em cargos de supervisão e acima. Este resultado contribuiu para alcançarmos 19% de mulheres em cargos de liderança, o que representa um avanço de 63,3% em relação ao baseline da meta.

Acompanhamento do KPI:

2019 2020
Percentual de mulheres na liderança (%) 16% 19%

O que faremos em 2021:

Temos como objetivo alcançar 21% de mulheres em cargos de liderança, o que representará um avanço de 70% com relação ao baseline. Para que isso aconteça, será estabelecido um programa de mentoria voltado para a aceleração da carreira de mulheres. Também está prevista a criação de uma governança para apoiar a progressão de carreira de mulheres na companhia.

 

¹ Na Suzano as informações sobre diversidade e inclusão são levantadas de maneira integrada e digital, permitindo acompanhamento em tempo real de resultados.

Alcançar 30% de pessoas negras¹ em cargos de liderança (gerentes funcionais e acima)

Contexto

Para nós, trabalhar a diversidade e inclusão¹ é, além de um dever, uma estratégia de negócio. Em um ambiente diverso e inclusivo, os colaboradores se sentem mais envolvidos, a criatividade e as contribuições proliferam e, ao mesmo tempo, as taxas de atratividade e retenção de novos talentos aumentam.

Na Suzano mais de 50% dos nossos colaboradores são pessoas negras², e o nosso desafio está no desenvolvimento dessas pessoas para que alcancem cada vez mais cargos de liderança.

 


Escopo:

Colaboradores negros em posições de liderança, que incluem gerentes funcionais, gerentes executivos(as), diretores(as) e diretores(as) executivos(as).

Baseline:

22% de colaboradores negros em posições de liderança (ano: 2019³).

Horizonte:

Alcançar 30% de colaboradores negros em cargos de liderança até 2025.


Resultados em 2020:

Tivemos como objetivo em 2020 aumentar em 6% o número de colaboradores negros em posições não operacionais para ampliar suas possibilidades de crescimento de carreira. Como resultado, alcançamos um aumento de 3% de colaboradores negros em posições não operacionais, o que não gerou contribuições significativas para a meta de longo prazo. Desta forma, encerramos o ano com 21% de colaboradores negros em cargos de liderança.

Acompanhamento do KPI:

Baseline (2019) 2020
Percentual de negros na liderança (%) 22%³ 21%

O que faremos em 2021:

Temos como objetivo alcançar 23% de colaboradores negros em cargos de liderança. o que representará um avanço de 76,6% com relação ao baseline da meta (2020). Para que isso aconteça, desenvolveremos novas frentes de educação e treinamentos que incluem a formação de colaboradores negros visando a inclusão digital e letramento racial4 para a Diretoria. Também estão previstas sessões de mentoria para apoiar a progressão de carreira de pessoas negras na companhia.

 

¹ Na Suzano as informações sobre diversidade e inclusão são levantadas de maneira integrada e digital, permitindo acompanhamento em tempo real de resultados.

² Terminologia utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), incluindo pretos e pardos.

³ Com o objetivo de melhorar nossa avaliação quanto à progressão de carreira de colaboradores negros, optamos por incluir a gerência funcional como um dos cargos considerados como de liderança. Dessa forma, o baseline da meta passou a ser 22% de colaboradores negros em cargos de liderança em 2019.

4 O letramento racial objetiva treinar e educar sobre combate ao racismo, a reflexão e estabelecimento de ações em relação ao racismo estrutural.

Alcançar ambiente 100% inclusivo para LGBTQIAP+¹

Contexto

Para nós, trabalhar a diversidade e inclusão¹ é, além de um dever, uma estratégia de negócio. Em um ambiente diverso e inclusivo, os colaboradores se sentem mais envolvidos, a criatividade e as contribuições proliferam e, ao mesmo tempo, as taxas de atratividade e retenção de novos talentos aumentam.

Ambiente inclusivo é aquele em que todas pessoas possam se sentir acolhidas, respeitadas e seguras para serem quem realmente são, independente de características individuais.

 


Escopo:

Mensurar o quão inclusiva a Suzano é para pessoas de diferentes vivências.

Baseline:

92,4% de ambiente inclusivo, de acordo com nova metodologia de pesquisa (2020).

Horizonte:

Alcançar 100% de ambiente inclusivo para pessoas LGBTQIAP+² até 2025.


Resultados em 2020:

Em 2020 ampliamos nossas ações de comunicação e engajamento voltadas ao tema, buscando trazer visibilidade interna e externa para o público LGBTQIAP+. Além disso, revisamos a metodologia para mensuração de ambiente inclusivo com o objetivo de ampliar a sua abrangência, que agora considera todos os grupos de afinidade da Suzano. Com isso, estabelecemos um novo baseline para a meta de 92,4% de percepção de ambiente inclusivo, de acordo com o resultado da pesquisa.

Acompanhamento do KPI:

2020
Percentual de ambiente inclusivo para LGBTQIAP+ 92,4%

O que faremos em 2021:

Temos como objetivo alcançar 93,8% de ambiente inclusivo. Para que isso aconteça, serão investidos esforços para que a autodeclaração de pessoas LGBTQIAP+ seja mais atrativa e educativa. Além disso, será desenvolvido um novo fluxo para recebimento de denúncias para que as questões apresentadas por nossos colaboradores LGBTQIAP+ sejam endereçadas de forma mais eficaz dentro da companhia³.

 

¹ Na Suzano as informações sobre diversidade e inclusão são levantadas de maneira integrada e digital, permitindo acompanhamento em tempo real de resultados.

² Na Suzano, optamos pela utilização da sigla LGBTQIAP+, que inclui lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, intersexuais e “+” simbolizando todas as outras orientações sexuais, identidades e expressões de gênero.

³ As ações acima citadas para pessoas LGBTQIAP+ serão replicadas para os demais grupos de afinidade.