Metas de longo prazo

Diante da complexidade dos desafios e das oportunidades existentes, a Suzano construiu sua Estratégia de Sustentabilidade de forma colaborativa, considerando a multiplicidade de visões de seus públicos de relacionamento. Assumimos o compromisso de ampliar nosso papel na cadeia de valor e na sociedade por meio de metas de longo prazo, norteando nosso caminho ao longo dos próximos dez anos, período que a Organização das Nações Unidas (ONU) chama de Década da Ação.

Educação

Aumentar o Índice de Educação (IDEB) em 40% em todos municípios prioritários até 2030

Contexto

A educação de qualidade é um dos desafios estruturantes mais importantes do Brasil. Análises sobre o contexto educacional evidenciaram nas últimas décadas a dificuldade em relação ao acesso à escola pública, à permanência dos estudantes ao longo da trajetória escolar e à aprendizagem durante a educação básica. A Suzano investe na melhoria da qualidade do ensino público por meio do desenvolvimento profissional dos educadores e do estímulo à participação¹ das famílias e comunidades com foco na aprendizagem dos alunos. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) é a referência para medir a qualidade da educação no Brasil.

 


Escopo:

Aumento do IDEB nos 32 municípios identificados como prioritários² por meio do Programa Suzano de Educação.

Baseline:

Em definição³

Horizonte:

Aumentar em 40% o IDEB em todos os municípios considerados prioritários até 2030.


Resultados em 2020:

Construímos a metodologia do Programa Suzano de Educação e 15 indicadores adicionais para viabilizar um monitoramento⁴ efetivo da meta, considerando que os resultados do IDEB são publicados, em média, a cada dois anos e meio. Além disso, mapeamos 32 municípios que serão considerados como prioritários na implementação da meta.

Até o momento, o Programa Suzano de Educação conta com a seguinte abrangência:

  • 29 municípios sendo atendidos⁵;
  • 200 profissionais de secretarias de educação diretamente beneficiados⁶,
  • 225.045 alunos e profissionais da educação indiretamente beneficiados⁷.

Acompanhamento do KPI:

2020
Percentual de avanço nas notas do IDEB 0

O que faremos em 2021:

Para alcançarmos esse resultado, seguiremos implementando a metodologia do Programa Suzano de Educação, tralhando em conjunto com Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, contanto também com o apoio de gestores escolares e professores.

Além disso, em 2021 buscaremos:

  • Ampliar a abrangência do programa para 26 municípios prioritários²
  • Alcançar cerca de 6.700 beneficiários diretos, considerando a ampliação dos públicos atendidos pelo programa, o que representa um avanço de 298%.

 

¹ O Programa Suzano de Educação considera a participação da sociedade civil como essencial no processo de desenvolvimento da educação.

² A priorização de municípios levou em consideração critérios de fragilidade social utilizados pela Suzano, assim como a meta estabelecida pelo Ministério da Educação de notas a partir de 6.0 no IDEB.

³ O Governo Brasileiro publica o resultado do IDEB a cada dois anos. Sendo assim, visto que os últimos números disponíveis são de 2019, utilizaremos os mesmos como linha de base para meta. A próxima medição será feita em 2021 e a divulgação dos resultados em 2022.

⁴ O relato de resultados considerando o principal indicador da meta (percentual das notas do IDEB) será feito, em média, a cada dois anos, seguindo o período de desenvolvimento e divulgação do Índice pelo governo brasileiro. Para mitigar os efeitos dessa dinâmica no monitoramento do desempenho da meta, estabelecemos 15 indicadores adicionais que serão acompanhados de forma sistêmica.

⁵ Ao longo de 2020 foi realizada a priorização dos municípios e desde universo de 29, 15 foram classificados como de alta prioridade.

⁶ Beneficiários diretos: indivíduos que participam das atividades desenvolvidas no Programa e recebem apoio direto das consultorias.

⁷ Beneficiários indiretos: indivíduos influenciados pela ação dos beneficiários diretos na homologia dos processos.