Capital Humano

Fortalecimento da cultura de alto desempenho e do bem-estar de nossos colaboradores a partir de processos integrados e dinâmicos de gestão de pessoas, que considerem aspectos como meritocracia, evolução de carreira, gestão do conhecimento, diversidade, inclusão, qualidade de vida e direitos humanos, entre outros fatores.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Gasto médio de treinamento e desenvolvimento por funcionário em tempo integral, em reais

    Dimensão Métricas do Capitalismo Stakeholder (WEF)

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Indicador 2020 - Suzano 2020 - Ecofuturo 2020 - Total
      1 Gasto médio de treinamento e desenvolvimento por funcionário em tempo integral, em R$¹ 849,96 4,17 854,13
    1. Os dados contemplam apenas empregados de período integral. O indicador passou a ser reportado a partir de 2020 e, por isso, não possui série histórica.

    Informações complementares:

    Alguns exemplos de formações específicas por grupo de cargo:

     

    Operação:

    • Grupo de formação Indústria – contratação e formação de colaboradores nas regiões com maior turnover (Três Lagoas, Imperatriz e Mucuri), como auxiliares de produção, para ocuparem as posições iniciais na Operação e Manutenção das fábricas.
    • Formação Florestal – Programa realizado em Três Lagoas e iniciado em Imperatriz. Ao longo de 2021, as demais unidades serão contempladas com esse programa, realizando a formação de mão de obra nas regiões em que a empresa atua. Serão aplicados os cursos de Operador de Máquinas Florestais e Mecânico de Máquinas Florestais, em parceria com entidades de ensino e direcionado para pessoas das comunidades locais. A proposta do programa é formar mão de obra local para ser absorvida na empresa
    • Sinergia da trilha no US Celulose e Papel – revisitamos as trilhas de capacitação dos cargos operacionais no Univer Suzano (US), portal de treinamentos online da Suzano, e avaliamos oportunidades de trazer sinergias, inovações etc., para melhorar a experiência do colaborador no processo de capacitação.
    • Estagiário de Nível Técnico – O programa de estágio técnico é a principal fonte de entrada de jovens para a operação. No final de 2020, foi padronizando o formato em todas as unidades.

     

    Não líderes:

    • Trainee – é um programa de porta de entrada que tem o objetivo de formar e acelerar o desenvolvimento dos futuros líderes da companhia para atuação em todo o negócio, tem duração de 18 meses e em sua proposta de desenvolvimento contam com ações como: 1 mês de ambientação, Mentoring, Treinamento de Técnicas de Apresentação e Fundamentos de Liderança e Action Learning (implementação de um projeto de impacto nos negócios).
    • JEC (Jovens Executivos Comerciais) – o programa tem o objetivo de formar pipeline de novos gestores para a atuação nas áreas comerciais. Com duração de 13 meses, seu plano de desenvolvimento conta com: Ambientação, Job Rotation, treinamento técnico de papel e celulose, participação no programa ELOS (desenvolvimento de potenciais), Treinamento de comunicação, mentoria e coaching em grupo.
    • Academia de Papeleiros – com o objetivo de acelerar o desenvolvimento das competências técnicas e comportamentais, conta com a participação de 24 dos nossos especialistas, que estão aprimorando os seus conhecimentos sobre os temas e sendo preparados para sucessão na área do Papel.
    • Pulp Leadership – com 35 participantes e em parceria com outras empresas do setor, trata-se de uma capacitação integrada em linhas Técnicas, Soft Skills, Autoconhecimento, Liderança e visão cross. É fruto de discussões da GT de Produção de Celulose, dentro das alavancas Digital e Next Generation, a fim trabalhar aceleração profissional, conhecimento técnico, formação de pipeline de sucessão e atratividade para área de celulose, além da sinergia entre Unidades. Ao final dos 11 meses cada participante entregará um Projeto de Melhoria na área de Celulose.
    • PPGCP (Programa de Preparação de Gestores em Celulose e Papel) – conduzido em parceria com a ABTCP (Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel), visa oportunizar o desenvolvimento aos profissionais recém-formados, em Engenharia Química ou de Produção, nos temas relacionados ao Papel e Celulose, de maneira a permitir uma melhor e mais rápida integração destes ao ambiente corporativo. Como parte do escopo, os integrantes recebem capacitações sobre: Setor de Celulose e papel, Sustentabilidade, Gestão de Pessoas, Aspectos Gerenciais, Recuperação e Utilidades, Nanotecnologia, Biorrefinaria, Autoconhecimento e realizam visitas técnicas em empresas do ramo.
    • PPGF (Programa de Preparação de Gestores para a Florestal) – com formato parecido com o do PPGCP, tem o objetivo de capacitar jovens engenheiros florestais em conteúdos e processos do negócio florestal para atuação no setor, acelerando o processo de ambientação e preparação para sua experiência profissional.

     

    Líderes:

    • Programa – ELOS: tem como objetivo potencializar os comportamentos e atributos do Perfil do Líder Suzano (Inspira, Comunica, Conecta, Transforma, Entrega e Forma Gente), tornando-o mais consciente e intencional sobre a sua atuação. A linha condutora do Programa é o desenvolvimento profundo e aplicado, que ganha vida na experimentação, convivência, diálogo e ação em grupo através dos pilares de Liderança, Visão Sistêmica e Tendências. As ações de treinamento e desenvolvimento são específicas ao público de liderança com alta performance e alto potencial na companhia. Assim, participantes são expostos a sessões de desenvolvimento, coaching, treinamento (online e presencial), trocas com a liderança, fóruns de discussão, projetos específicos, entre outros.
    • Treinamento de Primeira Liderança: visa desenvolver recém líderes ou sucessores prontos para assumir uma cadeira de liderança, através de treinamentos e trocas de experiências em relação às habilidades esperadas para o desempenho de seu papel como gestor de pessoas.
    • Treinamento Perfil do líder: a Suzano lançou o Perfil do Líder alinhado aos direcionadores de Cultura e descrevendo os comportamentos que são esperados dos líderes da companhia. Em 2020, foram treinados todos os líderes da empresa, desde a diretoria até os supervisores de campo.
    • Coaching e mentoring com melhorias incrementais.