Capital Humano

Fortalecimento da cultura de alto desempenho e do bem-estar de nossos colaboradores a partir de processos integrados e dinâmicos de gestão de pessoas, que considerem aspectos como meritocracia, evolução de carreira, gestão do conhecimento, diversidade, inclusão, qualidade de vida e direitos humanos, entre outros fatores.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Números de saúde e segurança de empregados próprios e prestadores

    Dimensão Métricas do Capitalismo Stakeholder (WEF)

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Números de saúde e segurança de empregados próprios e prestadores 2019 2020
      1 Número de óbitos como resultado de lesões relacionadas ao trabalho 1 0
      2 Número de lesões com afastamento 44 42
      3 Número de lesões relacionadas ao trabalho reportáveis 195 146

    Informações complementares:

    Para colaboradores próprios, das lesões registradas (com e sem afastamento), 54% foram de lesões tipo corte/ferimento corto/contuso, 15% lesões tipo fratura, 9% queimaduras e 22% de outras lesões. Dos membros lesionados, 41% foram dedos das mãos, 9% ferimentos na face, 7% nos pés, 7% em partes múltiplas, 6% na cabeça e 30% em outras partes.

    Para prestadores, das lesões registradas (com e sem afastamento), 56% foram de lesões tipo corte/ferimento corto/contuso, 30% lesões tipo fratura e 14% de outras lesões. Dos membros lesionados, 44% foram dedos das mãos, 16% nas mãos e braços, 11% ferimentos na face, 6% na cabeça e 23% em outras partes.

    Os mapeamentos de perigos e riscos relacionados ao trabalho da Suzano se dão através dos procedimentos, matrizes de determinação de riscos (MDR) e análises preliminares de risco (APR), determinando as ações necessárias para eliminação e controle. Grande parte dos riscos são oriundos de atividades manuais. Existem ações em todas as unidades para eliminação e controle de riscos, incluindo projetos de engenharia, modernização de equipamentos, ações de ergonomia e adoção de medidas administrativas.