Ética, Governança e Transparência

Diálogo, transparência e protagonismo na participação e condução de temas setoriais e de interesse global, que incentivem compromissos e acordos de cooperação para o desenvolvimento sustentável. Garantia dos mais elevados padrões de governança corporativa, visando à total integridade e robustez dos controles internos e processos da companhia, assim como à conduta ética, íntegra e transparente de todos os nossos públicos de relação.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Gestão sobre combate à corrupção

    Contexto:

    A Suzano faz a gestão do combate à corrupção baseado em três pilares: prevenção, detecção e remediação. Por meio do nosso Programa de Compliance (baseado nas melhores práticas de mercado), temos o compromisso de disseminar constantemente o tema na companhia e conscientizar todos os empregados e colaboradores sobre a importância da integridade corporativa, mantendo todas as ações referentes à gestão do tema respaldadas pela alta direção. Temos uma equipe totalmente dedicada aos assuntos de Compliance, com recursos próprios para que os objetivos da companhia em relação ao tema sejam alcançados. Possuímos também um canal externo de denúncia, com mecanismos de queixas e relatos para qualquer pessoa que souber ou suspeitar de algo que esteja em desacordo com as nossas políticas ou diretrizes.

    Nossas diretrizes políticas e procedimentos internos que tratam sobre o tema são: Código de Conduta; Política Anticorrupção; Política de Investimentos Socioambientais e doações; Manual de Relacionamento com Agentes Públicos, entre outros documentos de importância para a nossa gestão. Assim, trabalhamos sobre a temática de combate à corrupção com base, principalmente, no que está disposto sobre esse tema em nosso Código de Conduta e em nossa Política Anticorrupção. Como ponto de partida, mapeamos potenciais riscos relacionados à corrupção para quatro diferentes categorias – Financeiros, Compliance, Operacionais e Estratégicos – tanto em nossas operações quanto no âmbito corporativo, de forma a mitigar potenciais desvios de conduta relacionados ao tema em toda a companhia. Dessa forma, avaliamos e priorizamos os riscos de acordo com sua probabilidade de ocorrência (remota, possível, provável e muito provável) e seu impacto (menor, moderado, maior e extremo). Para os riscos definidos como prioritários, deve ser aberto ao menos um plano de ação.

    Além disso, a Política de Investimentos Socioambientais e doações da empresa deve, obrigatoriamente, ser seguida por todos os colaboradores. O documento estabelece o fluxo que deve ser seguido e as alçadas de aprovação para realização de doações, assim como a necessidade de incluir a solicitação em sistema, em cujo fluxo específico deve haver um parecer da equipe de Compliance.

    Todos os comunicados de Compliance são enviados para 100% dos colaboradores, inclusive líderes e gestores. Ademais, o treinamento Anticorrupção é disponibilizado na plataforma interna de treinamento da empresa, UniverSuzano, de realização obrigatória para todos os colaboradores, dando ciência sobre a política e diretrizes que devem ser seguidas na Companhia a respeito desse tema. O treinamento é obrigatório para todos os novos colaboradores – que devem conclui-lo em até 30 dias após a admissão. Ele é renovado a cada 2 anos, prazo a partir do qual o colaborador deve fazer a reciclagem do aprendizado. Ainda, como um complemento da disseminação do combate à corrupção, realizamos também treinamentos de Compliance específicos e customizados para os mais variados públicos identificadas como sensíveis para a empresa, ou seja, aquelas que apresentam maior grau de risco de envolvimento com corrupção.