Excelência Operacional e Ecoeficiência

Ampliação da nossa produtividade e garantia de níveis excelentes de eficiência em nossas operações, com reaproveitamento contínuo de recursos e resíduos e aumento da geração e exportação de energia de fonte renovável, além da qualidade dos nossos processos.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Emissões atmosféricas de NOx nas operações industriais

    Dimensão SASB

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Emissões atmosféricas de NOx por unidade, em toneladas 2019² 2020
      1 Suzano 737,00 465,06
      2 Rio Verde 25,00 15,57
      3 Limeira 1.158,22 1.369,57
      4 Jacareí 1.424,35 1.437,25
      5 Imperatriz 2.315,05 2.308,79
      6 Mucuri 2.034,87 2.813,84
      7 Aracruz 1.387,79 1.804,50
      8 Belém 62,42 31,69
      9 Maracanaú (Fortaleza)¹ n/d n/d
      10 Três Lagoas 4.597,86 3.934,78
    1. A Unidade Maracanaú (Fortaleza) não fabrica celulose e nem papel. Na unidade, toda a matriz energética é suprida por meio da concessionária de energia elétrica, de forma que não há geração de emissões atmosféricas por meio de fontes estacionárias. 2. O valor total reportado em 2019 foi corrigido conforme o racional de cálculo proposto.

    Informações complementares:

    Em termos de carga de óxidos de nitrogênio (NOx) lançada em emissões atmosféricas, houve um aumento de 3,2% em relação ao resultado de 2019. Por outro lado, houve um aumento de produção de 9,9% no mesmo período, concentrado principalmente nas Unidades Imperatriz, Mucuri e Aracruz.

    Em termos específicos (kg de NOx por tonelada de produto), a Suzano teve redução de 5,8%, indo de 1,37 kg/t, em 2019, para 1,29 kg/t, em 2020. O resultado atendeu a meta de manter o valor igual ou inferior a 1,30 kg/t e está na faixa de referência dos padrões internacionais estabelecidos pelo IPPC (Integrated Pollution, Prevention and Control 2015 – European Commission), que aponta como melhores desempenhos resultados entre 1,0 a 1,5 kg/t.

    Os valores mostram uma excelente eficiência do sistema operacional de abatimento e controle de oxidação nos equipamentos de processo da Suzano.