Excelência Operacional e Ecoeficiência

Ampliação da nossa produtividade e garantia de níveis excelentes de eficiência em nossas operações, com reaproveitamento contínuo de recursos e resíduos e aumento da geração e exportação de energia de fonte renovável, além da qualidade dos nossos processos.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Resíduos perigosos recuperados por operação de recuperação nas operações industriais

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Resíduos perigosos não destinados para disposição por operação de recuperação, em toneladas métricas (t) 2019 - Preparação para reutilização 2019 - Reciclagem 2019 - Outras operações de recuperação 2019 - Total 2020 - Preparação para reutilização 2020 - Reciclagem 2020 - Outras operações de recuperação 2020 - Total
      1 Suzano 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
      2 Rio Verde 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
      3 Limeira 0,00 0,00 204,51 204,51 0,00 0,00 182,44 182,44
      4 Jacareí 58,46 0,00 0,00 58,46 52,05 0,00 0,00 52,05
      5 Imperatriz 0,00 16,66 0,00 16,66 0,00 33,83 0,00 33,83
      7 Mucuri 0,00 62,40 0,00 62,40 0,00 38,94 0,00 38,94
      8 Aracruz 0,00 116,92 0,00 116,92 0,00 78,23 0,00 78,23
      9 Belém 0,00 0,00 36,07 36,07 0,00 0,00 60,39 60,39
      10 Maracanaú (Fortaleza) 0,00 0,00 8,55 8,55 0,00 0,00 4,73 4,73
      12 Três Lagoas 0,00 32,29 227,33 259,62 0,00 14,16 0,00 14,16

    Informações complementares:

    A recuperação dos resíduos perigosos em todas as unidades se dá fora das operações, com exceção de Três Lagoas que tem recuperação dentro e fora da organização.

    Em 2020, a Suzano teve uma redução de 28% na geração de resíduos perigosos em relação a 2019. No período, passou de uma geração específica de resíduo perigoso de 0,13 kg/t em 2019 para 0,09 kg/t, atendendo à meta interna de ter resultado igual ou abaixo de 0,12 kg/t.

    Em 2020, destaca-se o projeto Tribologia Sustentável, desenvolvido na Unidade Imperatriz, que levou à redução de 28% de geração de resíduos perigosos em relação a 2019, em função do sistema de reaproveitamento de óleos lubrificantes usados e/ou contaminados, retornando o mesmo para os equipamentos com a qualidade especificada.