Inovação e Tecnologia

Investimento contínuo em tecnologia e cultura de inovação que impulsione o desenvolvimento de soluções para os grandes desafios que a sociedade enfrenta (viabilizando a transição para a bioeconomia), além de possibilitar maior vantagem competitiva ao negócio.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Sustentabilidade de produtos e serviços

    Contexto:

    A Suzano preocupa-se com os aspectos de sustentabilidade ao longo de todo o seu negócio, buscando, inclusive, sempre gerar o menor impacto ambiental possível por meio de suas atividades, produtos e serviços. Nesse sentido, o desenvolvimento de novos produtos ou serviços contempla uma série de análises ambientais e sociais, incluindo desdobramentos de ações preventivas e controles necessários, sempre em conformidade com a legislação vigente. Logo, quando identificados novos aspectos e impactos ambientais nos projetos, produtos e serviços em desenvolvimento, analisamos profundamente sua significância para, assim, determinar os controles operacionais aplicáveis a cada caso.

    Temos uma enorme preocupação em desenvolver soluções que levem a um consumo consciente por parte da sociedade. Assim, no desenvolvimento de novos produtos, buscamos não só reduzir o consumo de recursos naturais (água, nutrientes, recursos energéticos, entre outros) e o uso de químicos sempre que possível, mas também ofertar soluções que promovam a substituição de produtos de origem fóssil, gerando um menor impacto ao meio ambiente. Também atuamos no desenvolvimento de soluções que aumentem a segurança do trabalhador e dos nossos consumidores, por meio de produtos seguros, conformes e adequados ao consumo.

    Os projetos de P&D desenvolvidos em 2020 incorporam os conceitos de inovação e sustentabilidade (inovabilidade). Assim, na linha de desenvolvimento de produtos em substituição ao plástico, podemos citar os avanços em novas gerações de papeis para contato com alimentos (Bluecup Bio® e Loop+®) e a linha de embalagens secundárias de Flowpack, para a indústria de cosméticos e de alimentos.

    Os desenvolvimentos em Genética e Melhoramento, com grande aporte de conhecimento do Manejo Florestal, buscam selecionar clones que produzam mais madeira com menor demanda por recursos naturais, como água e nutrientes. Todos os novos clones selecionados incorporam esta característica. Também no aspecto de desenvolvimento florestal, toda linha de desenvolvimento e produção de inimigos naturais, feitas nos dois laboratórios da Suzano próprios para tal, em Aracruz (ES) e Alambari (SP), visam a redução ou eliminação de uso de químicos para o controle de algumas pragas do Eucalipto.

    Do ponto de vista de inclusão social das comunidades e parceiros nos negócios da Suzano, um grande diferencial nosso é o programa de fomento florestal. Com base no compartilhamento de conhecimentos, a proposta do programa é ter nossos parceiros totalmente integrados e usufruindo das tecnologias desenvolvidas pela Suzano (clones, recomendações técnicas e demais tecnologias).

    A Suzano, ainda, considera a inovação aberta e as parcerias e desenvolvimento de projetos em conjunto com a academia, centros de inovação, ONGs e novas empresas inovadoras como um enorme potencializador da capacidade interna em inovar. Assim, podemos mantemos projetos em parceria com universidades e centros de pesquisa e desenvolvimento no Brasil e em todo o mundo, destacando-se a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade de Campinas (Unicamp), Universidade Federal de Lavras (UFLa), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), ISE-Senai, Embrapa, Iowa State University (Estados Unidos), CSIRO (Australia), Grenoble INP e Cirad (França), entre outras instituições.

    A empresa também participa do Grupo de Trabalho de Engajamento em Eucalipto Geneticamente Modificado, em parceria com organizações não governamentais (ONGs) e instituições de pesquisa e desenvolvimento, além de atuar em projetos cooperativos com a Sociedade de Investigações Florestais (SIF) e o Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (Ipef), entre outras parcerias. Além disso, a Suzano realiza consultas públicas e participa ativamente do estabelecimento de novos marcos legais, como os de Inovação, de Propriedade Intelectual e de Cultivares, entre outros, incluindo contribuições sobre a necessidade de considerar aspectos de inovabilidade na Legislação pertinente.

    No ano de 2020, a empresa precisou se adequar a novas formas de trabalho remoto também no que se refere ao desenvolvimento de ações voltadas à sustentabilidade de produtos e serviços, o que trouxe um novo modelo de interação com parceiros. Com relação aos critérios para desenvolvimento de novos produtos e serviços, estamos cada vez mais focados em inovabilidade, de modo a considerar critérios de sustentabilidade em todo desenvolvimento de inovação, desde sua concepção até a validação pelos clientes.