Mudanças Climáticas

Busca por alternativas para aumentar o sequestro de carbono, reduzir a emissão de gases de efeito estufa e contribuir para a solução da crise climática, além de reduzir e mitigar os riscos dessa natureza.

Indicadores relacionados
  • Filtrar por categoria

  • Filtrar por tag

  • Emissões diretas de gases de efeito estufa (escopo 1)

    Dimensão SASB

    Dimensão Métricas do Capitalismo Stakeholder (WEF)

    Mudar visualizacão:

    • wdt_ID Emissões diretas de gases de efeito estufa (escopo 1), em t de CO2 equivalente1 2019 2020
      1 Total 2.142.410,89 2.155.102,69
    1. O indicador contempla os seguintes gases: dióxido de carbono (CO2), metano (CH4), óxido nitroso (N2O), hidrofluocarbonetos (HFCs) e perfluorcarbonetos (PFCs).

    Informações complementares:

    As principais emissões diretas da Suzano (escopo 1) estão relacionadas ao consumo de combustíveis fósseis nos equipamentos estacionários das unidades industriais. Outras fontes de emissões significativas podem ser observadas nas unidades florestais pelo consumo de combustíveis fósseis por fontes móveis nas operações de silvicultura e colheita, nas operações logísticas e pela utilização de fertilizantes nitrogenadas e correção do solo (calagem).  De maneira geral, houve redução das emissões em 0,6% em relação a 2019 devido à redução do uso de combustíveis. O detalhamento por categoria está disponível no indicador “Emissões diretas de gases de efeito estufa (escopo 1) por categoria

    Para saber mais sobre a gestão de emissões de GEEs, acesse “Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEEs) e metodologia”.